Abraham Palatnik – A Reinvenção da Pintura – estreia nesta quinta, na capital gaúcha

Porto Alegre recebe nesta quinta(02) a premiada exposição Abraham Palatnik – A Reinvenção da Pintura, mostra que reúne 78 obras produzidas entre os anos de 1940 e 2000  e estudos do artista brasileiro conhecido por peças que combinam luz e movimento e, muitas vezes, utilizam instalações elétricas. A mostra itinerante teve recorde de público durante a temporada de julho e agosto de 2014, no Museu de Arte Moderna de São Paulo e rendeu à Art Unlimited o Grande Prêmio da Crítica no 59º. Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), realizado em março deste ano.  Segundo os curadores da exposição Pieter Tjabbes e Felipe Scovino,  a singular contribuição de Palatnik para a história da arte não se dá apenas por sua posição como um dos precursores da chamada arte cinética — caracterizada pelo uso da energia, presente em motores e luzes —, mas também pela leitura particular que faz da pintura e em especial pela articulação que promove entre invenção e experimentação: “Seu lado ‘inventor’ está presente em uma artesania muito particular que o deixa cercado em seu ateliê por porcas, parafusos e ferramentas construídas por ele mesmo e não pelas tintas, imagem característica de um pintor.

A exposição fica em cartaz até o dia 04 de outubro, na Fundação Iberê Camargo.IMG_71922-750x500

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *