Fotografias: © Vicente de Mello

JOSÉ PINTO E A

PERMANÊNCIA DO INGÊNUO

Exposição com 43 telas de arte naïf de José Pinto – um dos mais originais pintores brasileiros do gênero – que retratam a vida no campo e o povo com sua religiosidade. A energia das cores vibrantes e o dinamismo da tela são características marcantes, assim como a narrativa clara e didática. Outros elementos recorrentes nesse tipo de arte são o preenchimento de toda a tela com detalhes e o uso simplificado da perspectiva, o que ressalta a superfície do quadro. Curadoria de Pieter Tjabbes.

Locais e datas de realização:

Centro Cultural Correios, Rio de Janeiro, RJ – abr.-maio 2010

Público: 35.000

Escolha o Idioma